Segurança financeira da família: 3 dicas para ficar de olho!

Segurança financeira da família: 3 dicas para ficar de olho!

Diante da atual situação econômica do país e do mundo fica difícil planejar o futuro e prever os rumos da economia. Várias pessoas e diversos segmentos profissionais foram atingidos pela crise econômica, perturbando a situação financeira e os planejamentos. Por isso, a segurança financeira da família se tornou um desafio.

Muitas empresas faliram e grandes prejuízos econômicos-sociais assolaram a sociedade brasileira. Demissões em massa, atrasos em pagamentos, dívidas e outros marcam a situação econômica atual.

Essa situação surpreendeu tanto aqueles que não estavam preparados quanto aqueles que normalmente se preparam. Vejamos então como se preparar para um futuro incerto:

Como se preparar financeiramente?

Se preparar financeiramente significa não somente ter dinheiro em conta, mas saber lidar com possíveis situações de embaraço financeiro e tomar grandes decisões frente essas situações.

A segurança familiar envolve também educar os filhos para lidar com todos os tipos de situações financeiras. O cotidiano familiar é importante para exemplificar situações e ensinar os filhos a terem bons modos financeiros.

Planejar não é somente projetar o futuro, mas imaginar todas as situações que pode enfrentar e pensar em como não se endividar. Quando falamos em planejamento familiar é lógico pensar em escola para os filhos, saúde de todos, moradia e qualidade de vida.

A segurança financeira da família envolve não só dinheiro em poupança e investimentos financeiros, como já citado, mas os bens que você possui e investimentos a longo prazo. Você deve se ater também à capacidade de algum membro da sua família de continuar a gestão financeira do núcleo familiar.

1. Anotar gastos e receitas

Para planejar o futuro financeiro de sua família é necessário que você coloque na ponta do lápis todos os gastos familiares, desde contas da moradia até itens de vestuário, alimentação e lazer. Um acompanhamento diário e mensal dos gastos lhe dará uma ideia real da situação em que vive.

Você pode utilizar uma planilha ou softwares de controle financeiro existentes. Anotar as receitas da família também é importante, pois você saberá o quanto gasta e o quanto ganha.

Criar uma proporção entre gastos e receitas é importante para que você saiba como iniciar o planejamento financeiro familiar e como ele caberá no seu orçamento.

2. Estabelecer limites, prioridades e metas

Ao anotar seus gastos atuais e futuros você conseguirá estabelecer limites para seus gastos e entender onde pode economizar. Você ainda poderá acompanhar a progressividade ou diminuição dos gastos a partir das anotações.

Uma família possui muitas despesas, por isso você precisa eleger as mais importantes de forma a determinar quais são prioritárias. Ao selecionar as despesas você conseguirá eliminar as supérfluas e manter uma constância de gastos.

Traçar metas para o futuro é imprescindível, pois assim será fácil entender onde você pode investir e quando. A realização de sonhos também se tornará mais fácil com metas financeiras traçadas.

3. Invista seu dinheiro de forma correta

Depois de saber quanto tem sobrando em mãos, você poderá escolher como investir esse dinheiro. Seja em uma poupança, aplicações ou em um seguro de vida.

É importante que você analise os investimentos que pretende realizar e escolha aquele que se aproxima melhor das suas condições, além de ser o que apresentará os resultados pretendidos.

O seguro pode abranger todos os membros da família e contar com diversos tipos de coberturas, sejam elas por acidentes temporários, invalidez ou incapacidade para o trabalho e até falecimento. Caso se interesse por um seguro de vida, é importante que procure um corretor para que ele lhe auxilie quanto ao melhor plano.

Esperamos que o nosso post tenha lhe ajudado a sanar dúvidas sobre a segurança financeira da família. Se você gostou e quer ficar sempre por dentro de nossas siga nossa página no Facebook! Caso tenha mais alguma dúvida visite o nosso blog, talvez elas possam ser sanadas com outros posts.

Gostou do texto?
Receba tudo no seu email! Prometemos não enviar spam!

Confira também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *